terça-feira, 30 de junho de 2015

Vai-se buscar uns frangos!

Isto não era algo assim altamente comum lá nos anos 80/90??Hoje almocei frango de churrasco e dei comigo a pensar nisto. Lembro-me em miúda de ir inclusivamente com a família jantar!!! à Casa dos Frangos na Póvoa! Quando se juntavam amigos à mesa...ia-se buscar uns frangos. Nos dias de Verão, depois da praia...ia-se buscar uns frangos. E batatas-fritas Pala-Pala ou Douradas! Sabiam às batatas da praia! Ah! e aquelas garrafas de litro de cerveja! Priceless! :D
Quem é que hoje em dia convida amigos para jantar lá em casa e "vai buscar uns frangos"??? Ahaha! (Bem, se calhar muita gente... e eu estou aqui armada em fina!)

terça-feira, 23 de junho de 2015

Coisas que me irritam #2

Pessoas que começam todas as frases com "Eu sou-te sincero..."
Além do mais, desconfio sempre disto.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Serei só eu...

...que acha que o Cinco para a Meia-noite não tem piada nenhuma?
Raramente vejo mas fico sempre com esta sensação. As rábulas então...são de bradar aos céus! E é pena porque há lá malta muito boa...

Os primeiros 3min são premonitórios de um programa muito fraco http://www.rtp.pt/play/p1842/e198709/5-para-a-meia-noite

terça-feira, 16 de junho de 2015

Coisas que me irritam #1

Pessoas que só usam a Internet para ver e difundir merda!
Depois andam todas revoltadas porque não sabem isto e não sabem aquilo, porque não conseguem ligar para a entidade A ou B para saber isto ou aquilo...
Fodasse! Vão ao Google! Pesquisem por aquilo que precisam! Vejam o site da entidade sobre a qual querem informações. Etc., etc., etc..
Ter Internet no telefone e/ou casa não é só para ir ao Facebook ver vídeos do Ainanas e partilhar notícias de 2007 a achar que foi ontem! Arre!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Devemos cuidar dos idosos



Este início de semana está a ser particularmente agradável e tranquilo. Fiquei muito feliz em saber que Cavaco está “aliviado” e “com o “ego satisfeito”. Preocupa-me muito o bem-estar e o estado de espírito deste cidadão. Ele é um idoso e devemos respeitar os nossos velhos e propiciar-lhes um bom resto de vida. Espero que a ligeira preocupação demonstrada com a Grécia não lhe perturbe este estado de graça. Malditos gregos, só dão problemas!

terça-feira, 9 de junho de 2015

Time lapses

Estou longe de ser a gaja que vai frequentemente ao cabeleireiro. Digo, todos os meses ou todas as semanas. E toda a vida adorei mudar o cabelo. Refira-se que há anos que não uso a minha cor natural. Já tive cabelo curtinho, curtinho, longo longo, cortes malucos, assimétricos, etc.. Já passei pelo roxo, laranja, etc., (durante a adolescência e faculdade), para depois passar a algo mais civilizado como madeixas e, mais recentemente, apenas uma coloração a quase preto que despertou a morena que havia em mim. Mas agora já não vou há tanto tempo à porra do cabeleireiro (por mera falta de tempo) que estou excitadíssima por ir! Vou passar à minha cor natural uma vez que é clara e as brancas estão a despontar. E vou pintar as unhas! Wow! Vou ter as unhas arranjadas finalmente! Que parvoíce de entusiasmo mas estou mesmo! É tão raro agora ter este tipo de cuidados e mimos comigo! Atentem: a última vez que lá fui foi em 21 de Janeiro de 2015. Quase há cinco meses! Até ontem pensava que era há cerca de dois, até confirmar com a cabeleireira este lapso de tempo. Foi quase como com a dentista que na semana passada perguntou: "Quando esteve cá pela última vez?". Convictamente respondi "em Maio do ano passado". "Outubro de 2013", retorquiu a dentista.
O que há de errado com o tempo que, sem saber bem a partir de quando, começou a andar rápido como o caraças e cria-me períodos de autêntico blackout??


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Não calaremos!

Este não é o âmbito deste blog mas não posso ficar calada. É uma questão moral. É um dever.



A forma como a comunicação social deu cobertura à Marcha Nacional da CDU no sábado, em Lisboa, foi vergonhosa. Não é nada que já não fosse esperado. É bastante usual o silenciamento de tudo o que o que o PCP/ CDU dizem e fazem. E por isso resta aos seus militantes cumprirem a tarefa de divulgarem e informarem. Não é à toa que ainda existem muitos fantasmas no sótão de muita gente.

Assim, transcrevo um texto do Samuel Quedas, pertinente e irónico.

"Dando uma volta pelas capas dos jornais deste domingo, acho que (salvo erro meu) só encontrei uma microscópica referência à grande concentração de ontem, promovida pela CDU, neste titulozinho que destaquei com um círculo vermelho na capa do "Público".
Claro que muito deste pesado silêncio é motivado pela pura arrogância, anticomunismo cavernícula (dando de barato a correlação de forças dentro da CDU, entre o PCP, o PEV e a ID), ódio à mais pequena ideia de esquerda, etc… mas, principalmente, revela um assinalável MEDO.
A simples ideia de uma Avenida da Liberdade cheia com mais de 100.000 militantes e simpatizantes da CDU, se faz sair as garras e arreganhar os dentes ao grande capital corrupto que manda em Portugal e no mundo, também provoca suores frios aos seus lacaios que estão à frente dos órgãos de comunicação social que, como se sabe, apesar de ainda empregarem alguns jornalistas sérios, existem unicamente para servir os interesses dos seus proprietários.
Em Portugal, como sabemos, falar de proprietários de comunicação social é falar do representante do "Bilderberg", Pinto Balsemão, do grande capital corrupto de aproveitadores(as) de Angola, etc., etc.

Atendendo a que, normalmente, um cagaço como este, provocado por uma tal manifestação de força da CDU, é seguida de uma cerrada campanha de tentativa de descrédito das forças que a compõem, recorrendo à "plantação" na comunicação social de "notícias comprometedoras"… eu, no único objectivo de ajudar, sugiro algumas dessas "notícias do costume" sobre a Coreia do Norte, sobre Cuba… o PCP… o habitual.
Como a falta de confirmação das fontes não é coisa que desanime os nossos jornais… aí vão, prontas a usar, 3 propostas:

1. KIM JONG-UN, o dirigente da Coreia do Norte, mandou abater o gato do palácio, por este ter feito xi-xi no tapete da sala. Para o feito, mergulharam repetidamente o animal em água gelada (os cães, ainda a fazer a digestão do tio de Kim Jong-un, tinham-se recusado a comê-lo e acertar-lhe com um míssil era extremamente difícil) e, depois, obrigaram todos os responsáveis pela limpeza do palácio a comerem o gato sem este ser. sequer, previamente cozinhado.

2. Descobriram-se em Cuba duas minas - uma de ouro e outra de diamantes - que em vez de contribuírem para a economia cubana, têm, pelo contrário, servido apenas as fantasias de FIDEL CASTRO, que usufrui do produto das minas exclusivamente para alimentar a sua mania de usar anéis de ouro e diamantes e pesados cordões de ouro ao pescoço… distribuir jóias pelas centenas de amantes que sustenta um pouco por todo o mundo… e distribuir barras de ouro pelos artistas internacionais que se mostrem simpáticos para com a Revolução cubana (eu próprio, já tenho para aí guardadas uma dez ou quinze de um quilograma cada).

3. Foram, finalmente, encontradas as provas de que um gigantesco palácio, com jardins "quilométricos", várias piscinas, cortes de ténis, hipódromo privado, campo de tiro aos pratos, ancoradouro privado com cinco iates "deste tamanho", salas de massagens, salões com mesas de bilhar, casas de banho com torneiras de ouro, etc., etc., etc… situado numa costa paradisíaca da ex-URSS… era, afinal, propriedade de ÁLVARO CUNHAL.

Se for o caso… posso sempre arranjar mais algumas "notícias"..."

E deixo link para um outro artigo completíssimo sobre a mesma questão gritante desta desinformação, retirado do Blog Manifesto74
Não calaremos!


sexta-feira, 5 de junho de 2015

Coisas que não entendo #1

Que estupidez, sempre que alguém espirra, dizer-se "santinho", "viva" e outros que tais. Já sei, já sei que vem dos tempos da outra senhora e que se fazia associação às epidemias da época, etc., ou também tem a ver com a crendice que quando se espirra a alma sai do corpo....mas Hello?! Século vinte e um, amores! Século vinte e um! Não se entende...

Coisas que detesto #1

Entrar numa casa-de-banho que acabou de ser utilizada e sentir ainda aquele "quente" de corpo, de gente, ou de pum ou de tudo misturado...

terça-feira, 2 de junho de 2015

Outra vez!

Epah tou possuída! Depois daquela gripe de Janeiro, Fevereiro e quase Março pensei que tinha a minha cota de doença preenchida. Qual quê?! Estou toda entupida! Tenho TUDO: as dores de cabeça, as dores no corpo, litros de ranho, LITROS! que não param de descer pelo meu nariz abaixo! Eu sei lá se isto é constipação apenas ou se são alergias ou rai'cuparta! Eu quero é droga. Muita droga no bucho. Desta vez não me vou dar à moleza do "não gosto de tomar medicamentos". Nah, nah. Vou combater isto até às últimas consequências! Ele é antihistamínico, ele é antigripal, ele é paracetamol, ele é pastilhas pra tosse e claro, no fim disto tudo, spray p'ras aftas que com tanto medicamento este papo já teve dias melhores e, no início, um omeprazolzinho para proteger o estômago! Mais os chazinhos de limão!
Ainda assim, não consigo cheirar nem saborear nadinha. Estou absolutamente desmoralizada hoje, a sério. 

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Sole, vento, vino, trallallà

O bom tempo afasta-me, naturalmente, da blogosfera. As horas de computador reduzem-se estritamente às horas de trabalho. No tempo restante, faço tudo para que seja essencialmente, como diria Misa Sapego "sole, vento, vino, trallallà." Além disso, tivemos entretanto o aniversário de Mais-que-tudo, quatro dias após o meu, idas ao Sr. de Matosinhos, jantares e agora no fim-de-semana uma ida à Covilhã para juntar os aniversariantes destes últimos dias: ao todo éramos cinco! 
E isto para dizer que, aos poucos, vou sendo apanhada na curva nestas coisas do Amor, assunto no qual sou muito iletrada.  É que às vezes dou comigo a constatar que certas coisas que me aborreciam em algum ponto ou para as quais costumava fazer um cavalo de batalha, vão adquirindo menor importância. E começo a entender aquela coisada do "estar feliz por ver o outro feliz". É fodido. Devo é estar a ficar velha! 
Ontem também dei comigo a falar "dos miúdos" para me referir a putos de 18 anos. Em seguida dei comigo a pensar "estou a chamar miúdos a jovens adultos". Foda-se já fiz 18 anos há um bocado de tempo...!
Adoro pensar que ainda sou uma catraia com vinte e poucos anos e que estou ainda a tempo de fazer muitas parvoíces. Às vezes dou saltinhos quando ando na rua. E acho que o rabo de cavalo e os óculos me dão um ar de miúda reguila. E até dão! Mas de uma miúda com 32 :)