terça-feira, 24 de novembro de 2015

Trully excited

Odeio o frio. Não condiz comigo! E depois torno-me numa ursa. Quase que hiberno. Só não hiberno totalmente porque não posso mas reduzo muito a minha actividade, basicamente, ao estritamente necessário. E isso é horrível! Ontem olhei para as minhas pernas e digo-vos, nem as velhinhas! Que abandono! Depilação por fazer e a pele toda a descascar. Este corpinho não via pinga de hidratante seguramente há mais de 1 mês! Já há mais de duas semanas que a minha vida resume-se a vir para o escritório em modo automático, nada de ginásio, nada de política, tarefas de casa mínimas, vida social zero, chegar a casa, vestir o pijama e adormecer no sofá logo após o jantar. 


terça-feira, 10 de novembro de 2015

Comunista, obrigada!

Hoje é um dia histórico. É, para mim, um privilégio assistir a este momento. Que seja o início de algo bom, para todos. Que esta nova esperança não seja novamente impedida de singrar. Que este sinal seja um ponto de partida para a evolução da vida política no nosso país, da economia, da justiça social. Da nossa vida. 
Estou emocionada e muito orgulhosa de toda a acção do meu partido. De todas as lutas travadas.
Hoje é tempo para um tempo novo. Hoje é tempo de dizer: Basta!

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

A vida vai bem, obrigada!

Devo dizer que a vida corre a meu favor! Comecei por me inscrever no ginásio, como já contei aqui. Tem-me sabido pela vida, é a verdade! Alivía-me o espírito e a mente. Enquanto lá estou, não penso em mais nada e quando de lá saio, estou tão cansada que já não tenho capacidade para pensar mesmo em nada nem que quisesse!
Entretanto, voltei a ler! Sim, e não são livros técnicos! E a felicidade que isso me traz? É inexplicável. Adoro palavras. E pensamentos. E subjectividade. E metáforas. E por aí adiante. Comecei pel' "O Processo" de Kafka, agora vou num prémio Nobel de 94, "Dias Tranquilos" de Kenzaburo Oé. A seguir quero Lobo Antunes!
Entretanto vamos ter um governo de esquerda e estou muito expectante!
Este sábado resgatei mais um gatinho que está agora em tratamento. Comprei dois cd's no fim-de-semana (ao tempo que não comprava música!)
E para terminar, devo dizer que fiz o negócio da minha vida! Eu e Mais-que-tudo volta e meia tínhamos algumas desavenças sobre as tarefas domésticas. A minha visão é que Mais-que-tudo não tem bem a noção do tempo que se gasta e da dedicação que é preciso ter para se fazer uma alimentação cuidada, para não se gastar o orçamento nos primeiros 15 dias, que às vezes deixa-se de fazer alguma coisa que se gosta mais porque é preciso arrumar alguma coisa, organizar alguma coisa. Não tem bem noção porque eu faço as coisas e pronto. Elas aparecem feitas! Verdade que demoro menos tempo a fazer eu, do que a dizer para fazer e a explicar e, ainda por cima, aturar birras. Mas depois disto, Mais-que-tudo gosta de dizer que "eu tenho a mania de querer fazer tudo".  Vai daí, armei-me em esperta e sugeri trocarmos de funções, aquelas que são mais ou menos adquiridas que são "dum e doutro", porque há coisas que fazemos os dois, claro! E ele, cheio de peito, não quis dar parte de fraco e aceitou! E digo-vos: só começou este fim-de-semana mas já estou a amar! Certo que não há fruta, nem legumes, nem iogurtes e mais uma série de coisas em casa, mas estar de sofá ou a fazer outra coisa qualquer e depois sentar à mesa para comer, é fantástico! Claro que depois a loiça toca-me a mim, uma das tais tarefas que costuma ser do Mais-que-tudo e que ele detesta! Farta-se de reclamar! Mas veja-se: lavo a loiça em 15 minutos. É muito vantajoso! Estou muito contente! Não fui ao mercado Sábado de manhã cedo, não estive em nenhuma fila de caixas de supermercado, não pus roupa a lavar e hoje vou adorar chegar a casa do ginásio e ter o tacho feito! Estou pronta para ser o homem da casa! :P


Pai

Ontem o meu pai fez 60 anos. Eu lembro-me dele nos seus trinta e poucos. Como é que passou tanto tempo? Não quero ficar grande e não quero que o meu pai fique velho.